O Renascimento do Parto

odentbirth

O Renascimento do Parto

Livro de Michel Odent que inspirou título de documentário brasileiro será relançado

Por: Comunicação IMO

O aclamado livro do cientista francês Michel Odent, “O Renascimento do Parto”, publicado originalmente em 1984, está com seu relançamento publicado em edição atualizada pelo IMO previsto para setembro de 2018.

No livro “O Renascimento do Parto”, Odent relata sua experiência como diretor de uma maternidade a 100 quilômetros de Paris. A partir da observação do trabalho das parteiras e as necessidades das parturientes, constróem assim juntos um atendimento visando a “simplificação e eliminação de procedimentos desnecessários”. Essas mudanças inspiraram suas pesquisas em obras posteriores.

“Odent, no Renascimento do Parto, evidencia como a mulher tem capacidade de parir se não atrapalharmos sua vivência. Torna claro como o ambiente ajuda a mulher a criar sua própria ocitocina e endorfinas necessárias nesse processo. Desenvolve uma análise sobre como a estimulação química das contrações, a episiotomia (corte do períneo), a analgesia, a obrigação de ficar na posição deitada, entre outras práticas desnecessárias atrapalham a fisiologia do parto e a espontaneidade da mulher. Michel tem muito a inspirar as boas práticas brasileiras”, afirma Alberto Guimarães, presidente do Instituto Michel Odent (IMO).

O livro também inspirou e deu origem ao título de filme brasileiro homônimo, que estreou sua continuação no cinema.

No primeiro filme, está reconhecida a importância de Michel Odent e sua importância para a mudança da assistência ao parto no mundo. Não por acaso, conta com entrevistas de vários membros do Instituto Michel Odent, como Heloisa Lessa, Ricardo Chaves e Laura Uplinger e o próprio Odent.

“Para mudar o mundo é preciso mudar a forma de nascer” é a frase de Michel Odent que se popularizou por todo o mundo e foi novamente enaltecida pelo sucesso do documentário.

O documentário que dá sequencia ao anterior mantém o título, mas não é inspirado na obra de Odent, nem conta com sua participação. Mesmo assim, o tema escolhido – a Violência Obstétrica – mostra como profissionais e instituições ainda precisam ainda compreender, aplicar os conceitos de Michel Odent em suas práticas.

Em “O Renascimento do Parto 2”, fica claro que no Brasil ainda estamos em um momento anterior, em que é preciso escancarar a Violência Obstétrica institucionalizada e combatê-la.

Quanto a isso, Dr. Alberto afirma ainda que é preciso ainda um longo caminho para que as mulheres brasileiras possam vivenciar um parto norteado pelas idéias de Odent. “Michel Odent observou a busca espontânea das mulheres e conseguiu implementar salas com uma cama larga e baixa, com cores quentes nas paredes, pouca luz, privacidade e silêncio. Esse foi o primeiro passo de Odent para devolver o parto às mulheres”, conta o obstetra que acabou de passar por uma imersão científica com o médico francês.

Michel Odent mostrou ao mundo como é possível uma maternidade prestar um serviço de atendimento ao parto respeitoso e ao mesmo tempo seguro, como tem procurado fazer o Hospital Sofia Feldman, em Belo Horizonte, outro ponto de destaque deste segundo documentário.

Quase 40 anos depois do lançamento do seu livro, o relançamento do livro “O Renascimento do Parto” ainda tem muito a inspirar – inclusive profissionais e instituições, para que abracem e implementem uma realidade obstétrica em que a mulher é, de fato, protagonista e conta com uma equipe multidisciplinar que se respalda nas evidências científicas. Uma realidade que vamos construir com a mudança individual e coletiva em prol das mulheres e das novas gerações. cropped-logo-site-e1479949839631

O final do Assassinato de Cristo: Homenagem de Natal do IMO é a tradução inédita de artigo de Michel Odent

Resultado de imagem para nascimento

Vivemos num país oficialmente católico. Entre as tradições admiráveis do cristianismo, a renovação anual da ideia de “Sagrada Família”, simbolizada no nascimento de Jesus, inspira ao perdão, comunhão, união.

O nascimento, foco da ciência de Michel Odent, encontra-se com esses saberes empíricos do passado, em seu diálogo com a obra do psiquiatra Wilhelm Reich (1897-1957), notadamente os títulos “O Assassinato de Cristo” e “Crianças do Futuro”.

Em 1983, Odent escreveu para a revista francesa “L’arc”, falando exatamente sobre “O Fim do Assassinato de Cristo”, com a esperançosa mensagem de se dar uma nova forma de atenção ao cenário do parto, do nascimento.

Nesse dia de Natal, gostaríamos de presentear o IMO com a tradução desse texto inédito de Michel Odent para a língua portuguesa. Desfrutem, e que o Natal de todos inspire à uma nova maneira de nascer!